Parar, avaliar, direcionar. Chegou a hora de um rebranding?

Olhar para dentro e para fora deve ser algo constante no dia a dia de uma marca. Não é à toa que Branding é um termo no gerúndio. Ele tem começo, meio, mas não tem fim. Branding é um trabalho de gestão constante de uma marca.



Você, querendo ou não, as pessoas formarão conceitos e pré-conceitos sobre a sua marca. O papel do Branding é direcionar essa percepção, tanto para atingir objetivos estratégicos como para as pessoas entenderem quem realmente a marca quer ser.


Como está minha imagem, o que andam falando de mim? E meus produtos e serviços, estão entregando o que prometem? Como estão os concorrentes, consigo me diferenciar? Como é a cultura de minha empresa, meus colaboradores trabalham por um propósito? ... Muitas questões merecem atenção na construção de uma marca autêntica e consistente.


Então, se branding é construção e direcionamento de percepção de valor, rebranding é reconstruir, redirecionar o barco caso ele esteja fora da rota desejada.


Não existe regra ou data marcada para um rebranding, mas selecionamos 3 indicadores de que o momento certo chegou para sua marca:


1. Minha empresa está crescendo, mas minha marca está confusa, desatualizada e sem padronização.

Hora de alinhar sua personalidade e seu posicionamento. Depois disso, avaliar se sua identidade visual está refletindo tudo isso ou, caso contrário, partir para um novo logo e uma nova identidade visual. Um guia de marca com os valores da empresa e as diretrizes visuais organizam a casa, direcionam as decisões estratégicas, os colaboradores e a comunicação.


2. Meu negócio está mudando, meus produtos ou serviços estão sendo repensados.

Sua marca deve estar 100% alinhada com seu modelo de negócio e com a cultura da empresa. Essa é uma hora importante para avaliar se tudo estará integrado após as mudanças para fortalecer o entendimento das pessoas sobre o seu negócio.


3. Minha imagem não representa meus valores.

Que tal olhar para dentro, revisitar tudo isso antes de construir um visual alinhado e autêntico para o seu negócio? Se os seus valores, propósito e personalidade já estão bem definidos, talvez seja o caso de partir direto para um redesign, novo logo e nova identidade visual.



Conclusão:


O mundo muda o tempo todo, as pessoas mudam, as tecnologias mudam, as tendências mudam. Mas todos temos valores que não abrimos mão. Estar sempre evoluindo pode ser decisivo para permanecer vivo no mercado. Mudanças podem ser sutis, simplesmente organizar e modernizar, ou mais radicais, começando praticamente do zero. Sempre que for mudar é importante contemplar o passado, revisitar a história que já foi construída, o cenário atual do mercado, a cultura e os valores da empresa e a visão dos stakeholders (todos os públicos que tem contato com sua marca: colaboradores, consumidores, acionistas, fornecedores...). Esse é o melhor caminho para embasar uma evolução assertiva de longo prazo.



Conte com o Mezan para te ajudar a decidir se chegou a hora do seu rebranding.